Mudanças

Mudanças, sejam grandes ou pequenas, elas acontecem em todo momento das nossas vidas. Desde a mudança de um pequeno hábito diário, até a mudança de um Estado, de um país, vivemos num mundo onde as mudanças são necessárias. Da mudança de postura por causa de um olhar, da mudança forçada de um hábito em busca de uma vida mais saudável, da mudança no trajeto até o trabalho, para enfrentar menos trânsito e chegar menos atrasados, mudanças acontecem.

Já diria Raul Seixas que “ Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião, formada sobre tudo”. Ou seja mudança de visão, da forma de ver o mundo, num processo contínuo. Tem um versículo da Bíblia que eu gosto muito que também fala de mudança, e que está lá em Romanos 12:2 “e não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que proveis qual é a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” Transformação de mente, mudança de comportamento a partir da observação do que acontece ao redor. Para poder experimentar melhor a vontade de Deus é preciso que aja mudança.

Podemos dizer que nos dois casos citados acima os “pedidos” de mudança ocorrem porque não é tão fácil mudar, é duro sair da nossa zona de conforto, parece sempre melhor deixar as coisas como estão,contribuir na manutenção do status quo, afinal mudança muitas vezes dói, traz insegurança, é muita novidade para ser bem absorvida.

Contudo quem não muda, perde o trem da história, está condenado a mediocridade da vida, pois é impossível viver sem mudanças. Temos vivido nos últimos dias em nosso País tempos de mudanças profundas e significativas, e é interessante observar que nossos governantes foram obrigados a mudar em virtude das cobranças, nas mais diversas manifestações populares. Isso me faz perceber também que um dos fatores que influenciam nas mudanças de atitudes e de hábitos tem a ver também com cobranças e desafios, logo se as pessoas não são desafiadas ou cobradas, principalmente as lideranças políticas, mudanças não acontecem.

Mas é claro que quando penso em mudanças, estou pensando em mudanças que são boas, que vão contribuir para o bem individual ou coletivo, não adianta querer mudar da moça boazinha de coração para a moça sem escrúpulos, do mocinho do bem, para o bad boy, pois essas mudanças não serão boas e significativas para ninguém, só trarão angústia e dor. Sempre parto do princípio que devemos trabalhar por um mundo melhor, logo nossas mudanças tem que ser nesse sentido também.

Assim o que quero com as reflexões do meu Café de hoje, é te convidar a mudar, a refletir sobre que coisas, desde as mais banais, até grandes causas sociais podem mudar ao seu redor, porque você resolveu aceitar o desafio de mudar, de sair da sua estável e quentinha zona de conforto, de cooperar na construção contínua de um mundo melhor, de perceber a mudança como algo bom, positivo e proveitoso, que torna a vida das pessoas mais feliz.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s