Fêmea de bigodes ou é filhote de gata ou de português – A música e o poder do cavanhaquis!

E a velha história de Sansão e Dalila nos traz a mítica do “segura na peruca”!
O homem que ganhava força e habilidades muito além da de um mero mortal.
Sansão era apenas um qualquer um sem seu apanhado de cachos mágicos!
A Rapunzel das madeixas curtas e fortes! Quase um super app do i-phone, ou um Seda anti-quedas e com efeito fortalecedor!
O neston dos tônicos capilares!
Tal lógica poderia muito bem se aplicar a alguns grandes cantores desse e do outro século!
Seriam os cabelos um afrodisíaco necessário para que lindas notas vocais soprem da boca de um ser-humano?
Se essa é uma base dessa louca teoria, pensaria que quanto mais cabelo perto da boca (mente suja a sua, humm), maior é o efeito produzido!
Então como não pensar em Fredão e seu bigode operário? Um ícone da moda dos canteiros de obras do mundo nos anos 80: bigodão, camiste branca, calça jeans! Uma espécie de uniforme de trabalho – um village people, da vila!
Mas pensando em seus super super hiper poderes, Freddie Mercury levantaria a bandeira do Sansão “Killer Queen” dos anos 70 e 80. Que voz, e como foi sendo cultivada e “pegando” o gosto junto com o bigodão! Quase um barril de carvalho pra um bom Whisky: 12 anos!
Bem, os bigodes não param por aí! Nos anos 90 tivemos a invenção do rock desinventado: o grunge!
E quem vem na onda até hoje dos capilares de buço? Chris Cornell!
Do Soundgarden ao Audioslave, e de volta ao Soundgarden, Chris carrega seu bigode estilo depilação de moça. Uma espécie estranha de pelugem: raspada próximo ao nariz, contornando os lábios!
Bem, se esse é o elixir para bom canto, deve ter gosto de boldo! Mas funciona! Que voz!
Nessa onda dos cavanhaquis e bigodes, não há como esquecer da voz rouca e de homem do Lemmy. Aquele tipo de voz que faz você imaginar que o dono é daqueles que chega num bar, pede uma dose pura de vodka, bate no balcão e fala “quem não gostou, espera eu pedir gasolina e bater com o meu pênis no balcão!”… é claro que ele não falaria pênis… mas…
Se o bigode é o ás de espada dele, não se sabe, pois juram que a verruga poderia ocupar o mesmo papel! No entanto, há grande possibilidades dos pentelhos acima-labiais terem algum grande impacto! Que voz marcante!
Na onda das vozes rasgadonas e bem “eu sou mau” e que pareceriam histórias de horror mesmo falando “mamãe comprei um gatinho lindo e fofo pra você! te amos!” temos James hetfield, a voz do metallica! Cantando do jeito que canta, e mesmo que “nada mais importe”, o bigodão ali serve bem de “peruca’ de sansão!
Pra terminar, deixei o bigode mais feio e mais fino, estilo trocador ou adolescente com problemas hormonais (ou em fase de crescimento)! Sim aquele bigode detalhado: pelo por pelo enfileirados, assim como um cartunista faria, ou alguém sacanenado a foto de alguém). São pelos finos e que remetem à puberdade! Definiria assim o estilo Hendrix de visual bigodudo! Se isso é a premissa para fazer o que esse camarada fez com suas stratos, tá na hora de você aí, jovem nerd, rapaz com poucos hormônios, deixar a pelugem aflorar! Não dá tanto trabalho e aposto que não incomoda, mas na longa jornada de se tornar um Hendrix, se contente com o pouco fascínio por parte das mulheres!
Essa é uma história cabeluda, e em homenagem fica um abraço pra Rauzito e Marcelo Nova, el bigodons brasileiros!
Uerará Moraes Moreira rá, se segura no penteado da taturana!
Sendo ou náo um fator de dopping para a voz, um belo bigodão se configura como um elemento muito forte na caracterização de artistas. Se torna um elemento diferente e que chama atenção!
E é assim, cada um com a sua, e quem pode, só no bigodão!
Beijo Elba…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s