Nada a declarar!

Essa frase sempre fez parte dos enunciados de personagens emblemáticos do cinema ou da TV: quando alguém era questionado por um repórter sobre algo que não gostaria de responder, essa era a resposta: “Nada a declarar!”

Hoje essa frase saiu tanto das falas de personagens pra habitar o cinema, a tv e as artes em geral, numa outra perspectiva. A perspectiva ideológica. São tantos remakes, tantas idéias e roteiros pouco originais, reaproveitados de livros, de novelas antigas ou outras formas de arte,  que verdadeiramente, a impressão que se tem é de que não se tem mais nada de novo a ser dito por ninguém!  Todo mundo só faz repetir o que foi dito por outro, antes.

Uma crise de criatividade absurda.  Vemos quase os mesmos roteiros sendo reinterpretados e reaproveitados em cada novo filme: é a ação, o herói, o bandido, a mocinha, o enredo…absolutamente tudo parece que a gente já viu. Quando isso não é abertamente claro, como por exemplo, nas versões pra cinema de séries ou em remakes de programas ou novelas antigas que se repetem.

O que será que nos falta pra conseguirmos ser originais, de novo?  Alguns compositores geniais que temos, como Chico Buarque, recebem hoje críticas enormes por não comporem como nos tempos da ditadura, o faziam. O que acabamos por ver são lançamentos de coletâneas de discos consagrados ou de gravações de shows com as melhores músicas e uma ou duas inéditas.

O humor da TV, parece passar pela mesma crise do sem graça. Já mencionei em algum outro post que a “ditadura do politicamente correto” nos roubou a graça. Vamos pros enlatados da TV por assinatura e continuamos vendo mais do mesmo: repetições de piadas e situações que já nos fizeram rir em algum momento anterior e se rimos de novo, é por consideração pelo passado.

Será crise de falta de assunto ? Acho que não! Assunto é o que não falta. Basta lermos os jornais. Humoristas tem matéria prima todo dia. a questão é a censura disfarçada de educação e cultura do politicamente correto a que estamos sempre sujeitos, como já mencionado acima.

Enfim, definitivamente, parece que não temos mais nada de novo, a dizer. E continuamos falando.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s