Rock and roll – hehey mymy!

Rock and roll is here to stay!
Passado o obrigatório mercadológico: habemus rock in rio!
Após três dias com bandas vindas pelo appeal monetário, finalmente vamos ter quatro dias de muitas guitarras e de uma qualidade gigantesca!
Não que nos shows do fim de semana passada não houvesse qualidade, de forma alguma, no entanto, uma sexta e um domingo bem fora do padrão “rock”, e um sábado com três bandas não muito rock, mas que agradam muitos jovens de hoje. Um bom show do Muse, mas de fato, o melhor do sábado foi o palco secundário: Detonautas com um tributo à Raulzito, e um Offspring com um show sensacional – do início ao fim músicas consagradas.
Sim, muitas pessoas irão pensar “mas o RIR desde o começo tinha elementos não muito rock, como pepeu gomes, e outros artistas”. Sim de fato, no entanto não é igual, temos essas bandas diferentes porque o evento se tornou algo que se deve ir para poder comentar, dizer que foi, e tantas outras fotos que irão aparecer nas redes sociais!
A coerência de se ter beyoncé e outras coisas assim, é simples: atrai esse público do “eu fui!”.
Gostaria de saber se todo mundo se quem foi ao show do The Police há uns anos atrás, foi porque gostava! Duvido, foi um evento obrigatório.
O que se pode notar? Que com essa especulação contida, o evento deixa ser presente aquele que tem mais condições de comprar, do que aquele que quer ir porque gosta. Simples.
O público do “eu fui” é de uma camada social com um potencial financeiro maior. Por isso o rock in rio vende em 4 horas seus ingressos. Por isso que o itau oferece compras antes de abrir vendas para o público geral ao seus clientes mais ricos. Ou talvez os cards do RIR, que exigem o pagamento como um “sócio”.
Dessa forma, o RIR é sim um ponto obrigatório para tantas pessoas que nem ligam mesmo de estar ali. Se fosse o peão boiadeiro com o mesmo glamour, teríamos tantos ingressos vendidos quanto foi com o rock in rio.
Na quinta começam os rocks pesadinhos, na sexta temos uma boa amplitude de estlilos, no sábado vai pro mais calmo ao rock clássico, e no domingo vamos ao Iron!! Olhando assim, é rock!
Espero encontrar um belo grupo de “quero ver o show de uma banda que eu gosto’ e não um bando de “já fui’.
Mas o pior é que no país, só funciona se você conseguir criar um evento “eu fui”, porque os sem o glamour, estão fadados aos que não tem tanto dinheiro!
Sou brasileiro e não desisto nunca, e vamos ser rock brasilis e dizer “tente outra vez”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s