A volta de um Brasil em que “Vale Tudo”.

 

Não tem muito tempo, li um texto afirmar que uma das possíveis explicações para tanto extremismo de direita conservadora no Brasil seria uma volta no tempo. Estávamos voltando a ser o Brasil dos anos 80, pós repressão, que vinha marcado por preconceitos e noções politicamente incorretas, muito conhecidas de todos os brasileiros que formavam pensamentos e criaram gerações.

Na tv, piadas com negros e homossexuais eram mais do que comuns: banais. O tratamento dado a empregados domésticos e funcionários considerados de menor escalão por usarem uniformes como garis, porteiros, etc era quase o de escravos “melhorzinhos”. A novela de 88, “Vale Tudo” mostrava todas essas verdades com certo exagero: os ricos pisando porque se achavam nesse direito, os mais pobres, que batalhavam não apenas pra sobreviver em meio às crises econômicas, mas aos estigmas de “neguinhos”, “sujos”, “bandidos”, “perigosos” e “favelados”. A corrupção que talvez seja desde sempre, um dos maiores problemas do Brasil era “perdoada” (afinal, a impunidade é uma forma de perdão) porque era crime de rico, poderoso e claro, branco. Então, crime de branco não tem punição, né ?

Hoje, vendo pessoas sendo linchadas e os assassinos linchadores aplaudidos pela opinião de internautas, nos causa choque e nojo. Mas para quem ainda tem algum respeito pela vida, seja ela de quem for. Para aqueles que aplaudem, é uma grande satisfação ver um ladrão apanhar até morrer. É a vingança coroada como “justiça”.

Possivelmente estes sejam os mesmos que desqualificam e mais do que isso, agridem, ofendem de forma nefasta e chegam ao ponto de ameaçar nas mesmas redes sociais, uma jornalista por ser negra. Por que? Porque é negra. Só por isso.  O talento, a inteligência, os desafios vencidos, as dificuldades, a competência foram completamente desqualificadas simplesmente porque a moça era negra.

Ela que se cuide ao passar perto de certos postes nas ruas que estes mesmos que amarram e assassinam negros moram. Ela que se cuide ao sair de casa daqui um tempo se essas mesmas pessoas continuarem em suas caçadas em nome da moral, dos bons costumes e da família e propriedade e pior de tudo: em nome de “deus”. Porque estes que matam, perseguem e injuriam em nome de “deus”, não demoram vão retomar uma certa interpretação bíblica antiga e retrógrada que afirmava que todos os negros são descendentes de Caim e por isso, a escravidão era justificada. Era a marca do pecado. É absurdo ? Já houve um tempo que não foi. Não duvido que algum intérprete mal intencionado volte a dizer que não é. As Majus por aí que se cuidem!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s