Nosso cardápio…

Colocando a mesa pro café!

Como bom descendente de italianos, se tem uma coisa que me enche os olhos e compromete meu relacionamento com a balança, é uma mesa farta! Quanto mais opções, mais variado o cardápio, melhor!  Nesse sentido, os italianos não estão sozinhos, mas uma boa mesa nordestina de café da manhã também tem de tudo! E no meio dos “comes e bebes”, o que dá sempre o melhor tempero é uma boa conversa! Saber escolher com quem se sentar pra comer é um dom e exige muito critério e cuidado.

Já na Antiguidade, as culturas e religiões semitas já se preocupavam e muito com o dividir a mesa. Sentar à mesa  com alguém era compartilhar da benção divina, porque a Divindade, o Deus familiar, o Deus da casa estava presente abençoando quem se reunia para comer . Era quase, em alguns casos, como se Deus se materializasse no alimento, na refeição e participar daquele prato era ter essa divindade entrando no próprio corpo. Por isso a importância de escolher com quem se sentar à mesa.

Modéstia à parte, eu soube escolher muito bem quem está sentando à mesa do café comigo nesse horário. Temos pessoas excelentes, amigos maravilhosos e além disso, pessoas competentes no que fazem e sobre o que falam. Os assuntos, os mais diversos, variam entre temas que todo brasileiro gosta de falar: futebol, televisão, música, religião, viagens, cotidiano, etc.

Quem fala sobre esses assuntos ? Quem fala sobre o que ? Vou apresentar agora esses meus amigos e sobre o que vamos conversar nesse café. Esses parceiros de papo e de café! Com vocês, nosso time:

Responsável pela coluna musical, temos o nosso querido e competente Raphael Curioni. Se você tem televisão, você já deve ter ouvido a voz desse moço, no comercial de uma certa empresa de celulares, cantando o tema do Trem Azul! Band leader, estudante de psicologia, muito bem humorado, ele vai se apresentar melhor depois, Raphael assina a coluna sobre música de um jeito leve e irreverente.

Tratando do tema de História, apontando e sugerindo críticas e analisando a nossa realidade à luz da História, temos a primeira e não mais, única mocinha do nosso clube: Flávia Medeiros. Paulistana que cresceu em Itapecerica da Serra e hoje mora em São Bernardo, mestre em Ciências da Religião pelo  Programa de Pós Graduação da UMESP dentro da perspectiva histórica.

André Yuri,uma das nossas últimas aquisições e novidades pra esse segundo ano de blog,  nos trará uma dinâmica discussão crítica a respeito de filmes, roteiros e cinema também em geral, além de outras novidades da cultura nerd como um todo.

E por fim, este que vos fala, tentando fazer o meio desse campo, trazendo reflexões mais levianas possíveis sobre o que der na telha, falando tudo sobre nada na maior parte das vezes, mas tentando dar um toque final nessa história toda, nos editoriais.

Kadu.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s