#Rio450

Tenho verdadeiro fascínio por músicas que cantem a beleza e as maravilhas do Rio de Janeiro. Apesar de,  hoje, viver em SP por escolha e ter sido muito bem acolhido e realmente gostar daqui, meu coração bate mais forte quando ouço os versos de Marina Lima cantando: “As luzes brilham no Vidigal…” ou o saudoso Tim Maia com seu “Do leme ao pontal”.

Nunca morei de fato na cidade do Rio. Nasci em Petrópolis e estudei por pouco tempo no bairro do Flamengo. Frequentei praias na infância e subi o morro do Borel pra ver familiares. Em todo caso, minha voz faz coro ao maestro Antônio Carlos Brasileiro (e pq não carioca?) Jobim ao dizer: “estou morrendo de saudades…Rio, teu mar, praia sem fim, Rio você foi feito pra mim” porque mais do que uma naturalidade, ser carioca é um estado de espírito. O bom humor, o despojamento  ir ao shopping (mesmo em São Paulo) de chinelo, o jeito sacana, dourado, moderno e direto(além de de não gostar de dias nublados)*entre tantas outras características do nosso jeito carioca de ser.

Depois de morar por 4 anos em SP, cá estou de volta, com muita gratidão pelo acolhimento. Não posso me queixar. Mas isso não me rouba algumas características: a marra, o sotaque e a certeza de que eu sempre como “bixcoito mermo”! Só não posso dizer que eu seja Flamengo e tenha uma nêga chamada Teresa…Paciência.

Se fosse falar nas praias, na paisagem e as belezas naturais que a qualquer lugar e momento são um charme e encanto à parte, ão só na cidade, mas em todo o Estado, da poesia, da boêmia e outros valores, não haveria espaço no café de hoje.

Infelizmente, estou uma semana atrasado com essa homenagem, mas…Só posso ser grato ao Rio por seus 450 anos e porque, por causa dele, vivo trazendo sorrisos a paulistas que adoram um sotaque chiado! No mais, só o Rio mesmo pra chegar aos 450 anos e continuar lindo! Lindo, cheio de charme e vida!

Abaixo, um vídeo que explica um pouco desse sentimento. Uma campanha publicitária antiga do shopping Rio Sul.

 

 

*(Mencionei apenas algumas canções que exaltam e cantam a beleza do Rio de Janeiro: “Cariocas” – ouça a versão de Adriana Calcanhoto; “Samba do Avião” – Tom Jobim; “Virgem” – Maria Lima; “Do Leme ao Pontal” – Tim Maia; “País Tropical” – Jorge Ben Jor; “Aquele abraço” – Gilberto Gil).

 

Anúncios

Tabus existem para serem quebrados ……….

ImagemOu não…. 

Boa tarde pessoal .. hoje eu não poderia deixar passar em branco a conquista do título do primeiro turno do campeonato carioca pelo Botafogo .  Após conseguir uma vitória incontestável sobre seu maior rival e algoz Flamengo na semana que passou, o que acabou quebrando uma escrita ( tabu ) de nunca haver vencido o Flamengo em seu estádio que perduravam por 15 partidas, a equipe do Botafogo sagrou-se campeã neste domingo em cima do Vasco da Gama e manteve o tabu de não perder em finais para o mesmo há décadas.

Gostaria de destacar nesse título, a importância do holandês Seedorf, que acreditou no projeto do competente presidente do botafogo ao aceitar o convite e vir jogar pelo Glorioso. AHHH como é bom ver um futebol bem jogado..  diferente do que fez o vasco, que se escondeu atrás da vantagem obtida pelo regulamente imposto pela falida FFERJ. que dava a vantagem do empate para o mesmo .

Após 90 minutos  venceu o futebol bem jogado , atacado , bonito e de lances geniais , prevaleceu a justiça, contra a covardia da outra equipe que abdicou de jogar para apenas se defender.  Vale a pena enfatizar a vontade dos jogadores alvinegros que mesmo passando por momentos difíceis no clube, com atrasos salariais impôs a vontade, no linguajar popular jogou com o coração na ponta das chuteiras e conseguiram a vitória .

Parabéns ao Kadu,torcedor ilustre do Botafogo.. parabéns a torcida do Botafogo tão contestada, mas sempre de cabeça erguida. Parabéns ao Glorioso .. parabéns ao Seedorf por resgatar o orgulho alvinegro…

que venha o segundo turno .